Coroatá

Mulher morre ao ser atingida por bala perdida em tentativa de homicídio

14 DEZ 2016 | 00h31

Lamentavelmente mais um assassinato inadmissível que entra para o registro de crimes ocorridos nos últimos dias. Uma cidadã, que nada tinha a ver com a história, foi vítima de marginais na noite desta terça-feira (13), na Vila Tereza Murad, em Coroatá.

A senhora identificada até o momento apenas como Maria Edna, 56 anos, estava sentada na porta de casa quando foi atingida no rosto por uma bala perdida. A poucos metros de onde ela se encontrava, duas pessoas teriam tentado contra a vida de um homem identificado como Zé Iram, que é carcereiro da Delegacia de Polícia de Coroatá. Na ação, os criminosos efetuaram vários disparos, um deles atingiu o rosto de dona Maria, que não resistiu e veio a óbito.

Os disparos também atingiram a perna de outro morador da mesma rua, identificado como Antônio Francisco Jansen, o mesmo não corre nenhum risco de morte.

Os suspeitos fugiram logo em seguida e estão sendo procurados pela polícia. O carcereiro, que seria o alvo dos criminosos, não foi atingido.

De acordo com informações, Zé Iram, que presta serviços na delegacia de Coroatá, já havia sofrido uma tentativa de homicídio semana passada, onde ele travou uma luta corporal com outro homem, mas conseguiu fugir.



Comentário

PUBLICIDADE


Mais lidas








PUBLICIDADE

Enquete

Atentado ao pastor Valdemiro Santiago pode ter sido orquestrado para atrair mais fiéis?

2016 © Todos os Direitos Reservados