Coroatá

Funcionários fantasmas na prefeitura de Coroatá

Em uma rápida pesquisa é possível encontrar funcionários recebendo quase 10 mil reais por mês. Há ainda nome de pessoas na folha que nem mesmo em Coroatá estão morando

04 MAIO 2018 | 01h57

A Prefeitura Municipal de Coroatá viveu momentos conturbados nesta semana, onde nomes de funcionários fantasmas, em sua folha de pagamento, vieram à tona principalmente nas redes sociais. Os dados foram obtidos através do Sistema de Informações sobre Orçamentos Públicos em Educação (Siope), criado para tornar transparentes os investimentos públicos em educação no país e facilitar o controle social dos gastos, além de permitir o planejamento de ações a partir de informações atualizadas sobre as receitas públicas.

Em uma rápida pesquisa é possível encontrar funcionários recebendo quase 10 mil reais por mês. Há ainda nome de pessoas recebendo que nem mesmo em Coroatá estão morando.

Blogs da capital também divulgaram que a tia do prefeito Luis da Amovelar Filho, identificada como Nadir Soares Dias, está lotada na Escola Municipal Tresidela I, recebendo R$ 2.692,25. Outros nomes de aliados, ou parentes de aliados, que estão fora da cidade também estão na folha de pagamento.

A Prefeitura de Coroatá não se manifestou oficialmente sobre os nomes divulgados. O que nossa redação apurou foi apenas com relação ao ex-secretário de Educação, Odair José, que também está na folha de pagamento, conforme os dados do Siope. A explicação é de que o mesmo é assessor da Secretaria Municipal de Educação de Coroatá. A grande questão é porque ele está lotado como funcionário da Escola Municipal Tresidela I. Outro caso é o do atual secretário de educação, Eldo de Melo, que está lotado no colégio Complexo Educacional. Só no mês de agosto de 2017, por exemplo, Eldo recebeu R$ 8.400,00.

Embora não tenha se manifestado oficialmente, fontes confirmaram que a Prefeitura diz ser um problema técnico ao gerar a folha de pagamento, provocando uma alteração na mesma. É bom lembrar, que, caso tenha mesmo sido erro, o problema ocorreu durante todo o ano de 2017 onde a cada mês a folha foi gerada, o que seria no mínimo estranho não se observar tal erro.

O assunto ainda vai render e poderá resultar em muitos problemas para a atual gestão do prefeito Luis da Amovelar Filho.



Comentário

PUBLICIDADE


Mais lidas








PUBLICIDADE

Enquete

Presidente do TSE, Luiz Fux, disse que excesso de Fake News pode anular as eleições de 2018. Você concorda com essa possibilidade?

2016 © Todos os Direitos Reservados