Maranhão

Famílias deixam casas após forte chuva que alagou Marajá do Sena-MA

31 MAR 2018 | 22h44

Na cidade de Marajá do Sena, que fica no vale do Pindaré, a 368 Km de São Luís, uma forte chuva que caiu na cidade inundou ruas e casas nesta sexta-feira (30). O Corpo de Bombeiros ainda não calculou o número de famílias retiradas de casa e levadas para abrigos na cidade.

Em algumas ruas a água subiu mais de três metros e uma casa da cidade ficou apenas com as paredes após uma enxurrada. De acordo com o chefe do Departamento da Gestão de Riscos da Defesa Civil do Maranhão, capitão Fernandes, também houve rompimento em um trecho da rodovia, mas que já foi recuperado.

Marajá do Sena ficou alagada após forte chuva que caiu nesta sexta-feira (30) (Foto: TV Mirante)

“Foi uma chuva em pouco tempo que ocasionou uma enxurrada que, dentro do cenário de desastre, teve um impacto grande. Já danificou estradas... já alagou e inundou casas... é o lugar que mais tempos problemas”, declarou.

Na cidade de Pedreiras, o nível do rio Mearim já alcançou quase seis metros e meio e a cidade está em alerta. Em Trizidela do Vale, três famílias precisaram ser retiradas de suas casas. Segundo o capitão Fernandes, mais famílias serão retiradas se o nível do rio continuar a subir nos próximos dias.

“Em Trizidela do Vale e Pedreiras estamos com o rio subindo e monitorando dia a dia. Em Pedreiras estão em estado de alerta. Em Trizidela tivemos três famílias que já saíram hoje porque moram em uma área muito baixa, perto do rio. Caso o nível do rio continue subindo nós poderemos ter algumas famílias saindo de suas casas entre hoje e amanhã”, declarou.

Estrada que passa por Marajá do Sena foi cortada por conta da chuva (Foto: TV Mirante)

Para ajudar possíveis desabrigados, o Corpo de Bombeiros informou que colocou em prática um plano de ação e de ajuda nas áreas inundadas aos moradores que estão em locais que podem ficar alagados nos próximos dias.

Até o começo da semana choveu acima da média em cidades da região sul do Maranhão. Só na cidade de Carolina foram 388 milímetros e o Núcleo de Meteorologia da UEMA informou que abril será um mês de chuva forte nas regiões norte e sul do estado.

G1 MARANHÃO



Comentário

PUBLICIDADE


Mais lidas








PUBLICIDADE

Enquete

Apesar de estatísticas infundadas, por que os internautas insistem em divulgar os famosos "Fake News?"

2016 © Todos os Direitos Reservados