Brasil

Governador de SP homenageia mãe PM que matou ladrão na porta de escola

A cabo da PM Kátia da Silva Sastre, de 42 anos, foi homenageada na manhã deste domingo (13)

14 MAIO 2018 | 14h35

Policial é homenageada pelo governador Márcio França (Foto: Giba Bergamim/TV Globo)

A cabo da PM Kátia da Silva Sastre, de 42 anos, foi homenageada na manhã deste domingo (13) pela corporação após reagir a uma tentativa de assalto, atirar e matar um ladrão em frente à escola da filha em Suzano, na Grande São Paulo.

A cerimônia ocorreu em um batalhão da PM na Vila Esperança, na Zona Leste de São Paulo, região em que a policial trabalha. O governador Marcio França (PSB) participou da cerimônia e entregou flores para a cabo.

“Essas pessoas [criminosos] se descontrolam facilmente. Eu não sabia se a reação dele seria atirar nas crianças ou na mãe ou no responsável que estava na porta da escola. Pensei apenas em defender as mães, as crianças e a minha própria vida e da minha própria filha”, disse a policial militar que está há 20 anos na corporação. Ela estava de folga e tinha ido participar da festa do Dia das Mães na escola da filha mais velha.

Ela disse que o criminoso atirou duas vezes. No primeiro tiro, a munição falhou e o outro foi tiro chegou a ser disparo.

“Minha preocupação foi que minha intervenção fosse mais próxima a ele. Cessar a agressão dele de forma que não machucasse ninguém”, afirmou a cabo que disse ter agido com base nos treinamentos que recebeu na corporação.

Mãe de duas meninas, de 7 e 2 anos, Kátia é casada com um tenente da PM. Ela conta que não vê as crianças desde o ocorrido. “Não estou com elas agora, mas está sendo gratificante por defender vidas”, disse.

“É preciso lembrar que ela é um exemplo que um policial deve fazer. Por ela, pela sociedade, pela própria filha dela”, disse o governador.

Para o secretário da Segurança Pública, Mágino Alves, ela agiu corretamente. Segundo a PM, ela seguiu o protocolo da PM, mas a recomendação para a população em geral é não reagir.

“Ela afastou as crianças, se aproximou do ladrão. Ela faz o disparo, o rapaz atira, o rapaz tenta pegar a perna dela, imobiliza o rapaz e liga para o 190. Foi um procedimento perfeito do ponto de vista técnico”, disse.



Comentário

PUBLICIDADE


Mais lidas








PUBLICIDADE

Enquete

Presidente do TSE, Luiz Fux, disse que excesso de Fake News pode anular as eleições de 2018. Você concorda com essa possibilidade?

2016 © Todos os Direitos Reservados