Maranhão

Menina desaparecida no Maiobão mobiliza buscas; padrasto é o principal suspeito

02 NOV 2017 | 22h29

MA 10 - Uma menina identificada como Alanna Ludmilla, de 10 anos, foi dada como desaparecida no bairro Maiobão, em Paço do Lumiar, Região Metropolitana de São Luís.

Segundo a família, Alanna foi vista pela última vez nessa quarta-feira (1º), pouco antes da mãe, Jaciene Borges Pereira, sair de casa para ir trabalhar.

O ex-padrasto da criança, Robert Serejo Oliveira, passou a ser considerado o principal suspeito do caso depois de desaparecer por volta das 4h30 desta quinta-feira (2), horas depois de ter prestado depoimento à polícia, na tarde de ontem. Ele negou participação no desaparecimento da menina.

De acordo com o delegado da Seccional Leste, José Henrique Mesquita, não foram registrados sinais de arrombamento na casa. Ela estava sozinha na residência na tarde em que desapareceu.

Horas antes, por volta de 11h, de acordo com o subcomandante do 13º BPM, major Renato, uma pessoa encontrou à polícia uma bolsa pertencente à menina, que teria sido encontrada na região do Upaon-Açu, próximo ao Maiobão.

PADRASTO

Segundo a mãe da menina, Jaciene Borges, ela e o padrasto estão separados há dois meses. Em entrevista à TV Difusora, o coronel Aritanã Lisboa, comandante do Comando de Policiamento de Área Metropolitano 2, afirmou que a mãe da menina disse a ele que tinha suspeitas de tentativa de abusos sexuais cometidos pelo padrasto contra Alanna.

Em entrevista à repórter Geyce Gomes, Jaciene afirmou que a criança jamais abria a porta para estranhos, pois ela e a filha costumavam ter conversas frequentes sobre os perigos relacionados a desaparecimentos e abusos sexuais. Para a mãe, a criança só teria aberto a porta para alguém muito conhecido.

“Ela não abria a porta para ninguém de fora. Ela sempre ficava trancada quando eu precisava deixá-la sozinha”, disse a mãe, em depoimento emocionado à equipe da TV Difusora.

Amigos iniciaram uma campanha nas redes sociais em busca de informações sobre o paradeiro da menina.

A polícia segue com as buscas na região.





Comentário

PUBLICIDADE


Mais lidas








PUBLICIDADE

Enquete

Qual o tipo de conteúdo que mais te atrai em nosso site?

2016 © Todos os Direitos Reservados