Negócios

O que La Casa de Papel ensina sobre liderança?

14 ABR 2018 | 00h17

A segunda temporada de La Casa de Papel foi lançada na última sexta-feira (06) e os viciados na série já correram para assistir aos novos capítulos. Para muitos, o seriado é apenas um entretenimento que prende a atenção do início ao fim. Mas, para outros, pode ser uma aula preciosa do que é e como ser um bom líder. O especialista em gestão e liderança, Renato Grinberg, analisou a série e mostra o que La Casa de Papel ensina. Confira:

Planeje tudo nos mínimos detalhes

Um bom líder planeja a execução das estratégias da empresa com bastante detalhes. Isso pode ser observado durante todo o processo do plano de assalto à Casa da Moeda, em que o Professor pensa em todas as possibilidades que o assalto pode gerar.

Trace objetivos claros

Um bom líder cria uma visão clara de onde quer chegar e qual o benefício que todos de sua equipe terão se alcançarem aquele objetivo. Durante os capítulos, todos podem ver que o Professor traça a meta de ser o assalto mais audacioso da história da Espanha, bem como a fortuna que vão atingir e como cada um será beneficiado com ela.

Apoie sua equipe

O bom líder não pode deixar sua equipe caminhar sozinha. É preciso estar sempre por perto seja para auxiliar, motivar ou comemorar. Em La Casa de Papel, o Professor está sempre atento às necessidades de sua equipe, estando "online" e auxiliando por meio de ligações.

Coloque-se à frente e assuma os riscos

Arriscar-se para ajudar a equipe a atingir as metas é característica essencial de um líder. E isso é evidente durante o seriado, quando o personagem principal se coloca em situações de risco para obter mais informações e ter uma visão geral das ações que os policiais e detetives estão planejando para enfrentar os sequestradores.

Saiba se adaptar aos imprevistos

Um líder sabe perfeitamente se adaptar a situações não previstas e administrar conflitos em sua equipe quando as coisas saem do planejado. Desentendimentos são muito comuns entre membros da equipe, além de divergência de opiniões. Este fato também é perceptível em La Casa de Papel, e em como o personagem principal precisa traçar novos planos e estratégias para seguir caminhando em direção ao seu grande objetivo.

Renato Grinberg é especialista em liderança e gestão de empresas, tendo passagem por multinacionais nos EUA como a Sony Pictures e Warner Bros. Atualmente é diretor da BTS (consultoria global presente em 35 países.

Publicado inicialmente no site Ad News



Comentário

PUBLICIDADE


Mais lidas








PUBLICIDADE

Enquete

Apesar de estatísticas infundadas, por que os internautas insistem em divulgar os famosos "Fake News?"

2016 © Todos os Direitos Reservados