Coroatá

Oposição “falha” e sofre duro golpe na eleição para presidente da Câmara

Alguns aliados do grupo Murad defendem a tese de que a vaidade política foi o fator determinante para a derrota da oposição

11 MAIO 2018 | 05h29

Amorver e o prefeito Luis Filho parabenizando Junior Buhatem (Imagem: Nadson Silva)

Nesta quinta-feira (10) a Câmara Municipal de Coroatá conheceu seu novo presidente para o biênio 2019/2020, Junior Buhatem (PMDB) foi eleito com 8 votos a 7, vencendo a outra chapa que tinha como candidato o vereador Zé Branco.

> Junior Buhatem é eleito novo presidente da Câmara de Coroatá

De um lado a comemoração da bancada governista que conseguiu, até com certa facilidade, convencer Junior Buhatem a deixar seu antigo grupo e fazer parte dos vereadores de situação. Do outro lado, os parlamentares de oposição que falharam desastrosamente. Talvez não chegaram a calcular o tamanho do prejuízo, afinal, além de perder a presidência e a maioria na Câmara, a oposição perdeu também um dos vereadores que mais se empenhavam em defender o grupo, sem falar que Buhatem é quem sempre estava à frente dos programas de notícias da TV Cidade.

Durante seu discurso, antes da eleição, Junior Buhatem disse ter se sentido magoado quando sustentou sua candidatura com seu antigo grupo e viu a ideia ser rejeitada. “Eu sempre defendi o grupo, há muito tempo lutei em prol deles e quando precisei viraram as costas”, disse.

Aproveitando o desejo de Buhatem em ser o presidente da Câmara, e o ‘racha’ da oposição, os vereadores de governo agiram rápido conquistando a maioria e a presidência.

Alguns aliados do grupo Murad defendem a tese de que a vaidade política foi o fator determinante para a derrota da oposição.

Vereadores de situação (Imagem: Nadson Silva)


Comentário

PUBLICIDADE


Mais lidas








PUBLICIDADE

Enquete

Presidente do TSE, Luiz Fux, disse que excesso de Fake News pode anular as eleições de 2018. Você concorda com essa possibilidade?

2016 © Todos os Direitos Reservados