Coroatá

Os 100 primeiros dias de governo de um prefeito

15 ABR 2017 | 22h32

A exemplo de todas as gestões municipais, o prefeito Luis da Amovelar Filho completou 100 dias de mandato. Nesse período, metas foram traçadas para os próximos anos de governo e os primeiros balanços foram divulgados.

Mas, no meio de tanta informação divulgada pelas prefeituras, no que é preciso prestar atenção? O que bons prefeitos fazem nesse período?

Os especialista são unânimes ao dizer que os 100 dias são usados para organizar a gestão e comunicar metas. É o que afirmamos ser o “cartão de visitas”.

A atual gestão tem um plano de governo bem amplo [você pode ver aqui] e precisa ter a exata dimensão de tudo o que foi prometido na campanha, não só o que se registrou no plano de governo, mas o que estava nos folders e no que foi dito nas ruas, nos encontros e nas entrevistas.

Outro passo importante é montar uma boa equipe para enfrentar desafios técnicos e políticos, sem esquecer que tudo precisa ser bem clara ao comunicar as metas para a população. Mas é também importante expor as dificuldades para atingir cada um dos objetivos.

Algumas ações já foram realizadas pela prefeitura de Coroatá, mesmo no início de governo. Existe também outras a médio e longo prazo que precisam ser organizadas e compartilhadas com a sociedade, como é o caso do Hospital Geral Municipal. Os 100 primeiros dias são como um espelho do que esperar em 4 anos.

A sociedade deve olhar o planejamento e acompanhar o que é prioridade para a população, conferindo onde o dinheiro está sendo aplicado. A participação do povo é fundamental na democracia, não apenas nos 100 dias e sim durante todo o mandato.



Comentário

PUBLICIDADE


Mais lidas








PUBLICIDADE

Enquete

"Sensualizar" em redes sociais é uma forma de incentivo a vulgarização?

2016 © Todos os Direitos Reservados