Maranhão

Vítimas de queda de helicóptero em Rosário são identificadas

01 ABR 2018 | 22h40

Os quatro homens que morreram na queda de um helicóptero na tarde deste domingo (1º), no município de Rosário, a 100km de São Luís, já foram identificados. Em nota, a Secretaria de Segurança Pública do Maranhão (SSP-MA) informou que o piloto Alfredo Oliveira Barbosa Neto e os médicos Rodrigo Capobiango Braga, Jonas Elói da Luz e José Kléber Luz Araújo estavam no Robinson R44 que caiu.

Rodrigo Capobiango era especializado na área vascular e atendia no Angiocentro, enquanto o anestesista Jonas da Luz era natural do Piauí, mas morava e atuava profissionalmente no Maranhão há muitos anos. O piloto Alfredo Barbosa, por sua vez, era policial civil e ex-integrante do Centro Tático Aéreo.

O acidente

O helicóptero, que saiu de Lima Campos e pousaria em Paço do Lumiar, caiu em uma área de matagal no povoado Nambuaçu de Cima, em Rosário. Por causa do mau tempo, a aeronave voava baixo e bateu em uma árvore. Os corpos das vítimas foram retirados das ferragens do helicóptero pelo Corpo de Bombeiros e encaminhados para o Instituto Médico Legal (IML), em São Luís, para serem periciados e depois liberados para as famílias.

Confira a nota da Secretaria de Segurança Pública:

A Secretaria de Segurança Pública do Maranhão (SSP-MA) informa que na tarde deste domingo (1), o helicóptero - modelo Robson 44, prefixo PP- WRV- caiu em uma fazenda localizada entre os povoados Miritil e Lentel, próximo ao município de Rosário. Os passageiros José Kleber Luz Araújo, Jonas Eloi da Luz, Rodrigo Capobiango Braga, e o piloto, o policial civil Alfredo Oliveira Barbosa Neto, morreram no acidente. As investigações ficarão sob a responsabilidade do Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Cenipa), da Aeronáutica.

Fonte: Imirante.com



Comentário

PUBLICIDADE


Mais lidas








PUBLICIDADE

Enquete

Apesar de estatísticas infundadas, por que os internautas insistem em divulgar os famosos "Fake News?"

2016 © Todos os Direitos Reservados