Coroatá

“Ele era tudo pra mim”, diz pai de jovem que se afogou no Jordão

“Ele era tudo pra mim”, diz pai de jovem que se afogou no Jordão

"Ele era carinhoso, querido por todos, era tudo pra mim. Nunca me deu trabalho", disse o senhor José Augusto.


16/09/20 18:00 - Atualizado em 16/09/20 18:08

Preocupado com as inúmeras histórias que estão circulando em grupos de whatsapp, o senhor José Augusto, pai do jovem João Paulo, de 16 anos, que morreu no último domingo (13) após ter se afogado em um banho no bairro do Jordão, resolveu procurar a imprensa para dizer que o filho não tinha nenhum tipo de problema e que era querido por todos.

Leia também:

“Ele era tudo pra mim, era carinhoso, querido por todos. Nunca me deu trabalho. Eu me separei da mãe dele e criei ele sozinho. Tudo o que eu precisava e se ele podia ele me dava. Não sei como vou ficar agora sem ele”, disse o senhor José ainda abalado.

Fake News divulgados na internet dizem que o garoto deixou uma carta de despedida e que sofria problemas mentais. A versão foi desmentida pelo pai.

“Não existiu nada disso, são histórias que as pessoas criam não sei porque. Ele era muito alegre, feliz, nunca disse nada sobre algum problema. Infelizmente ele foi pra esse banho sem saber nadar. Eu acredito que tenha acontecido outra coisa, mas isso só Deus vai dizer”, esclareceu.

O jovem Jão Paulo desapareceu no fim da tarde de domingo e seu corpo foi resgatado na manhã de segunda-feira (14). Segundo testemunhas, o rapaz se divertia com amigos no local, quando foi visto pela última vez dando um mergulho e não retornou mais. Os bombeiros relataram que havia um hematoma na cabeça, mas que só a perícia médica iria esclarecer a causa da morte.





Comentário

PUBLICIDADE


Mais lidas








PUBLICIDADE

Enquete

Você é a favor ou contra o isolamento social para combater o novo coronavírus?

2016 © Todos os Direitos Reservados