Coroatá

"Nova" taxa de iluminação pública começa a ser cobrada em Coroatá

"Nova" taxa de iluminação pública começa a ser cobrada em Coroatá

Coroataenses reclamam do valor absurdo cobrado. Em algumas residências o valor chegou a aumentar cinco vezes o que era antes.


22/08/18 14:12 - Atualizado em 24/08/18 02:07

Se a sua conta de energia veio mais salgada em agosto e até mesmo em julho, a culpa é também de uma taxa de iluminação que está sendo cobrada no município de Coroatá. O valor foi atualizado depois que a Câmara Municipal aprovou um projeto de lei com a justificativa de trazer melhorias para a sociedade, através da construção de praças, melhoramento no asfalto, saneamento básico, dentro outros.

Já havíamos alertado, com base em análise, de que uma residência ‘comum’ pagaria até R$ 35,20 a mais na conta de energia. Mas a realidade é que em muitas casas o valor chegou bem mais alto.

Consumidores que antes pagavam R$ 5,00 agora pagam R$ 17,35. Outros o valor chegou a R$ 40,70 e o mais alto que encontramos até o momento foi de R$ 52,00 só de taxa de iluminação.

Há uma tabela de consumo de kW/h que resulta no valor cobrado da contribuição. Ainda que o valor seja proporcional ao gasto de energia, na prática sabemos que esse valor arrecadado dificilmente será investido como deveria para a sociedade. Sem contar que o brasileiro já paga impostos altíssimos.

Só com essa taxa, vinda dos consumidores de baixa renda, referente ao projeto de Contribuição para o Custeio da Iluminação Pública, a prefeitura de Coroatá deve ter nos cofres a bagatela de no mínimo R$ 80.000,00 (oitenta mil reais) todo mês, sem contar com outros consumidores e principalmente empresas locais, quando o valor sobe substancialmente.

Consumo em kW/h e o valor correspondente em contribuição

Outras tabelas: Comercial, Industrial, Poder Público e Serviço Público (VEJA AQUI)



Comentário

PUBLICIDADE


Mais lidas








PUBLICIDADE

Enquete

Você é a favor ou contra a reforma da previdência?

2016 © Todos os Direitos Reservados