Sexta, 24 de Setembro de 2021
(99) 98535-1531
Coluna Negócios Digitais

O Direito à Privacidade na Era Digital

A era digital trouxe uma nova noção sobre o que é a vida privada para boa parte da população.

01/09/2021 09h09 Atualizada há 3 semanas
Por: Francinaldo Lima
Privacidade na Era Digital (Imagem: Fotolia)
Privacidade na Era Digital (Imagem: Fotolia)

Nas sociedades modernas verifica-se que a busca pelas garantias individuais é marcada por diversos atores sociais, especialmente o direito à privacidade. Em contrapartida, com a consolidação do capitalismo e a difusão dos meios tecnológicos de comunicação observa-se que esse direito é violado a fim de atender aos interesses econômicos e empresariais. Além disso, nesse mesmo contexto fica evidente também que a era digital trouxe uma nova noção sobre o que é a vida privada para boa parte da população. 

Inicialmente, sabe-se que a internet parece ser uma grande enciclopédia já que são armazenados dados relevantes a pesquisas feitas em site de buscas a comunicação virtuais privadas e a compras realizadas no cartão de crédito na qual fica registrado em banco de dados é utilizado por grandes corporações para promover o consumo personalizado por meio de uma publicidade pautada nas afinidades e nas referências do Internauta. Desse modo, coloca-se a privacidade do cidadão a serviço do capital e ela se insere na perversa lógica do capitalismo ao tornar-se uma mercadoria de alto valor agregado.

Ainda sobre esse assunto um status que as pessoas expõem involuntariamente a sua intimidade nas redes sociais misturando o público e o privado. Desse modo, isso certamente facilita que os meios se apoderem de informações pessoais. Nesse sentido, a falsa sensação de anonimato proferida pela tecnologia somada ao desconhecimento das leis vigentes atrai os fatores para que a prática de ilícito que vem sendo cada vez mais vendados e punidos pela justiça brasileira como a presença de estelionatários.

Portanto, Diante do exposto, para proteger o direito à intimidade e a privacidade constitucionalmente garantido é uma de suma importância que o cidadão utilize a rede mundial de computadores com cuidado de não fornecer informações de âmbito pessoal. Deve-se navegar na rede da internet com apenas consciência de que as grandes corporações de capitalismo têm acesso a grande parte de nossas interações virtuais e as utilizam de acordo com seus próprios interesses econômicos em obter lucro.

E aí, curtiu o tema? Então deixe um comentário. E lembre-se de compartilhar esse conteúdo com quem curte administração e negócios digitais.

Sobre o Francinaldo Lima

Formado em Bacharel em Administração Pública pela (UEMA). Tecnólogo em Análise e Desenvolvimento de Sistemas pela (UNINTER). Possui algumas certificações pela Enap - Escola Nacional de Administração Pública. Atualmente está exercendo a função de Chefe de TI da Prefeitura de Coroatá.

Redes sociais:

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Administração e Negócios
Sobre Administração e Negócios
Uma coluna escrita pelo Francinaldo Lima – Sobre conhecimento em Administração e Negócios Digitais.