Sábado, 25 de Junho de 2022
(99) 98535-1531
Dicas Dicas

Como se organizar para fazer festas em casa

O fim de ano está chegando. Na verdade, já estamos bem na porta do natal e bem perto de 2020 é hora de se organizar para fazer festas em casa mas você sabe como fazer?

21/12/2021 21h02
Por: Redação

O fim de ano está chegando. Na verdade, já estamos bem na porta do natal e bem perto de 2020 é hora de se organizar para fazer festas em casa mas você sabe como fazer?

Afinal, quantos neste ano não realizaram o sonho de sair de casa? Ter o próprio lar não é uma tarefa fácil e ser anfitrião, por mais intenso e caloroso que seja, também está longe de ser.

Por este motivo, no artigo de hoje, apresentaremos para nosso caro leitor como organizar uma festa em casa para que esta seja calorosa, agradável e até inesquecível para seus convidados. Aproveite e boa leitura!

Você precisa de preparo

As dicas que serão oferecidas aqui no artigo não se remetem apenas ao Natal ou Ano Novo. Podem ser aplicadas em aniversários, reuniões ou em qualquer outro tipo de evento que irá fazer em sua residência.

É preciso perceber que existem passos a serem tomados antes de organizar a sua. Não é simplesmente convidar o pessoal, comprar alguns salgados, talvez um bolo, e colocar uma música.

Por mais que isso esteja presente em toda festa, certos pontos precisam de mais atenção do que outros, como o dinheiro que será usado, por exemplo. No mercado, a fintech CashMe oferece ótimas oportunidades de crédito para quem deseja investir em seus sonhos mas não possui capital suficiente. 

Sua modalidade de empréstimo com garantia de imóvel, que é sua especialidade, oferece muitas vantagens ao bolso do consumidor. Isso porque seus juros são os mais baixos do mercado e seu prazo para pagamento é o mais longo. 

Logo, com as dicas a seguir, você estará preparado para fazer festas em quaisquer ocasiões que sejam, que lhe serão agradáveis e interessantes, assim como para seus convidados. Começando por:

Faça sua lista de convidados

Entendemos que toda pessoa, quando monta sua lista de convidados, procura sempre colocar todos aqueles que esta consegue pensar. Independente da constante, ou não, convivência, este pode não ser o melhor jeito de iniciar seus planos.

Além de que, possivelmente, nem todos se dão bem, existe a necessidade de avaliar quantas pessoas podem caber na sua casa com conforto, evitando o empurra-empurra e tornando o ambiente claustrofóbico.

É preferível uma quantidade menor que acomode a todos do que muitas pessoas que se sintam desconfortáveis. Principalmente quando esse grande volume de pessoas sequer se conhecem.

Claro que, por ser sua festa, todos irão conhecer você, mas é imprescindível que todos possam ter uma boa conversa e um bom momento juntos. Evite também chamar aquele “amigo” que tem um histórico de arrumar problemas.

Isso garante que, enquanto estiverem em seu lar, todos receberão atenção sua, assim como poderão interagir de maneira saudável e harmônica, sem que alguém acabe isolado ou que alguns acabem brigando.

Não esqueça de pedir a confirmação 

Nada é mais chato do que fazer toda a preparação e ninguém vai. A sensação que se passa é de desperdício, visto todo o investimento e tempo gasto para que as pessoas sequer vão ao local.

Não que pedir para a estes confirmarem será uma grande mudança, visto que o atraso e a falta de responsabilidade com o compromisso é um mal de quase todo o brasileiro, mas ainda sim, o faça.

Fica mais fácil de fazer a organização, além de poder contar tudo e saber o quanto de comida e bebida deve ser comprada, para que todos possam se satisfazer durante as horas em seu evento.

Além disso, aqueles que confirmam tem uma maior probabilidade de aparecer, visto que estes lembrarão do dia de maneira mais constante. Bem, pelo menos, isso é o esperado.

Contrapartida, isto também evita casos de superlotação. Existe aquela parcela de pessoas que nunca confirmou nada, mas simplesmente aparecem na hora do evento, te deixando indeciso até o último segundo.

Alocar alguém de última hora também não é algo muito interessante. Logo, exija a confirmação de todos e evite passar por tais constrangimentos.

Defina um orçamento e o tema

Estes dois assuntos estão seriamente ligados. Afinal, festa temática tende a ser bem custosa, e pode acabar se tornando um enorme prejuízo ao depender do quanto será investido nesta.

Isto ocorre pelo fato de que, se o valor é muito alto, o anfitrião pode não ter as melhores condições para quitar este, tornando-se na famosa bola de neve da dívida, sendo esta, a última coisa que queria que acontecesse.

Sendo assim, quando decidir organizar uma festa, defina primeiro um orçamento disponível para investir e depois busque por temas que se encaixe neste, evitando futuras pendências e facilitando a busca.

Vale lembrar que, ainda que uma festa seja feita com um orçamento um pouco mais baixo, a mesma pode ser muito mais incrível do que aquelas possuem até de uma piscina.

Afinal, o que conta realmente é o carinho do anfitrião e o clima harmônico que estas trazem, para celebrar, de fato, aquilo que o evento representa.

Elas podem são divertidas

Por demais os detalhes que demandem uma busca, organização e planejamento, no fim, o que vale é aproveitar os momentos e se divertir com quem está ao seu lado. Faça memórias, e lembre-se de cada uma delas com carinho. É um momento seu e com aqueles que você gosta, então, o mais importante é aproveitar.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.