Domingo, 29 de Maio de 2022
(99) 98535-1531
Coroatá Em Coroatá

Menor que planejava ataque a escola tinha ‘mensagens nazistas e amor a tragédias’

Para falar sobre o comportamento do rapaz, o portal Coroatá Online conversou com a psicóloga Esp. Em Saúde mental, Shirley Ribeiro.

04/04/2022 13h54 Atualizada há 2 meses
Por: Redação
Adolescente apreendido no banheiro da escola (foto: reprodução)
Adolescente apreendido no banheiro da escola (foto: reprodução)

A cidade de Coroatá ganhou destaque até mesmo em rede nacional após um jovem de 17 anos ser apreendido dentro de uma escola pública na última quinta-feira (31). Com ele foi encontrado uma faca, em formato de cruz, e várias bombas caseiras.

Dentre as muitas coisas que chamaram a atenção sobre o comportamento do rapaz, duas delas evidenciaram sua intenção em provocar uma grande tragédia: ‘o jovem tinha amor ao nazismo e reverenciava criminosos responsáveis por massacres’, como o ocorrido no município de Suzano, em São Paulo, onde 20 pessoas morreram em um ataque dentro de uma escola. 

Para falar sobre o assunto, do porquê surge esse tipo de comportamento e o que é necessário ser feito, o portal Coroatá Online conversou com a psicóloga Especialista em Saúde Mental, Shirley Ribeiro, que destacou a importância do caps na sociedade, além da psicologia e psiquiatria para a saúde mental. Confira a seguir:

Shirley Ribeiro, psicóloga Esp. Em Saúde mental (foto: reprodução)

Shirley Ribeiro

Será que ódio é o novo normal? O ocorrido na escola Tresidela III nos revela a cultura do ódio como polarização politica e como se constituem as novas formas de laços sociais que vem através da internet e o mundo digital. Em relatos investigados do sujeito em questão que estava prestes a tornar sua fantasia imaginaria real, observou – se sua fascinação pelo nazismo e formas de massacre, os símbolos do nazismo trazem a ideia de intolerância, ódio, racismo e extermínio do outro, o genocídio do povo judeu ficou conhecido como um dos episódios mais traumáticos da humanidade. Infelizmente algo tão cruel pode ser visto como algo natural para alguns, FREUD em seus estudos destaca sobre o conceito de repetição, que é basicamente como nos formamos a partir do espelho que é o outro, e o fato de repetir experiências de afetos anteriores. Como alguém pode oferecer amor se só recebeu ódio? Claro que o ódio faz parte da vida humana, e sua função é separatistas que pode sim ser construtiva, definir nosso senso de justiça e defesa.

Porém, um sujeito que está em crise psicótica fala coisas desconexas, interpreta, delira de uma maneira que não conseguimos reconhecer, está em um estado mental fora da realidade, e a psicose pode se tornar perigosa pra si e para os outros quando ela fica isolada, quando o sujeito não tem escuta, quando não consegue falar do seu sofrimento, a psicose sem um laço social é um grande problema. O caps tem um papel muito importante na nossa sociedade, pois é um dispositivo de circulação social onde o sujeito vai encontrar escuta e laço social, poderá ser acompanhado de uma forma humanitária, ser acolhido e medicado corretamente. Percebemos que é preciso ser falado cada vez mais à sociedade sobre a importância da psicologia e psiquiatria para a saúde mental.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Coroatá - MA

Coroatá - Maranhão

Sobre o município
Coroatá é um município brasileiro do estado do Maranhão. Situa-se no centro-leste do estado, no vale do Itapecuru, e dista cerca de 260 km de São Luís, capital estadual. Sua topografia é predominantemente plana. Sua população total é de 64 123 habitantes, sendo que 47 296 vivem na zona urbana.