Maranhão

Ex-aluno de Coroatá, morto na capital mineira, é sepultado em Peritoró

Ex-aluno de Coroatá, morto na capital mineira, é sepultado em Peritoró

Segundo o laudo apontado pelo IML de Minas, o corpo de Junior foi encontrado com nove perfurações de tiro


10/06/18 13:38 - Atualizado em 11/06/18 15:39

Francisco Junior da Silva (Imagem: Blog do Carlos Magno)

O jovem estudante de Peritoró de 23 anos que cursava engenharia civil, Francisco Junior da Silva, foi encontrado morto na capital mineira em um córrego no bairro da PUC-MG. O corpo de Junior foi encontrado no dia 20 de março, segundo laudo apontado pelo IML de Minas o corpo tinha nove perfurações de tiro.

Junior foi aluno do Colégio Diocesano de Coroatá e era muito conhecido na cidade, os amigo e familiares de Junior relataram que ele era muito inteligente e tinha recebido uma proposta de um padrinho da igreja para morar na Itália.

Com dois anos e oito meses morando em Minas, Júnior recebia uma ajuda de custo de uma amiga da Igreja Católica conhecida como Turquinha, para se manter em Minas. O jovem já estava com dois anos e meio estudando na PUC-MG e vendia produtos da Hinode para ajudar nas suas despesas do dia-a-dia.

A família recebeu a notícia do falecimento do jovem aproximadamente 15 dia depois da morte e se mobilizou para trazer o corpo para ser sepultado em sua terra natal, mas diante das dificuldades a família teve que realizar campanhas solidárias com ajuda de amigos para conseguir trazer o corpo de volta para Peritoró.

Os familiares relataram que os amigos de faculdade, Guilherme e Brendo entraram na justiça para que o jovem não fosse enterrado como indigente em Minas. Guilherme ajudou no reconhecimento e no tratamento do corpo e manteve contato com a família para que o jovem fosse transladado para Peritoró.

O translado só foi possível aproximadamente 3 meses depois da morte, porque uma senhora desconhecida que estava no IML de Minas para buscar o corpo do filho, se comoveu e decidiu ajudar no translado do corpo até a cidade de Brejo de Santo no Ceará. Com o apoio do ex-prefeito de Coroatá Luís da Amovelar, o corpo do jovem chegou na noite de ontem (08) na sua residência.

O caixão veio lacrado em duas partes por conta do estado de decomposição que o corpo se encontrava, a família e os amigos não puderam ver o rosto do jovem em sua despedida, o sepultamento ocorreu hoje (09) pela manhã em Peritoró.

Fonte: Blog do Carlos Magno



Comentário

PUBLICIDADE


Mais lidas








PUBLICIDADE

Enquete

Você acredita que, em 2019 a economia do País vai melhorar?

2016 © Todos os Direitos Reservados