Coroatá

Homem é preso acusado de furto mediante fraude e lavagem de capitais

Homem é preso acusado de furto mediante fraude e lavagem de capitais

O empresário, conhecido em Coroatá como “Bodó”, disse que sua empresa foi vítima de fraude cometida por terceiros e espera que a justiça esclareça todo o caso.


07/10/19 06:29 - Atualizado em 07/10/19 06:31

A Polícia Civil do Estado do Maranhão, por intermédio da Delegacia de Polícia Civil de Coroatá, deu cumprimento, no final da tarde de domingo (06), ao mandado de prisão preventiva expedido em desfavor de Francisco Alves Pereira, conhecido em Coroatá como “Bodó”.

Francisco foi preso pela prática dos crimes de furto mediante fraude e lavagem de capitais. Segundo a polícia, a “Bodó” é atribuída a prática de incontáveis delitos. Segundo apontam as investigações, o suspeito, administrador de várias financeiras, utiliza-se da estrutura de seus estabelecimentos comerciais para contratar empréstimos fraudulentos, e, em seguida, transfere os créditos para as contas de suas outras empresas e de colaboradores, para posterior saque, de forma a mascarar a origem ilícita do dinheiro.

Durante a operação, foi cumprido também o mandado de busca e apreensão nos imóveis pertencentes ao acusado. Nos locais foram encontrados inúmeros documentos, além de celulares e outros dispositivos eletrônicos.

Ao Programa do Pacheco, Francisco Alves disse que sua empresa foi vítima de fraude cometida por terceiros e que espera que a justiça esclareça todo o caso.

Confira a reportagem na íntegra:





Comentário

PUBLICIDADE


Mais lidas








PUBLICIDADE

Enquete

Você é a favor ou contra a reforma da previdência?

2016 © Todos os Direitos Reservados