Maranhão

MP aciona Justiça após morte de idosa atingida por maqueiro no Socorrão I

MP aciona Justiça após morte de idosa atingida por maqueiro no Socorrão I

Ministério Público diz que maqueiro será processado por homicídio culposo e município deve explicar a presença de idosos internados nos corredores.


16/12/18 02:53 - Atualizado em 19/12/18 15:33

Uma idosa identificada como Benedita Rodrigues, de 71 anos, morreu há dois meses após ser atingida por um maqueiro no hospital Socorrão I, em São Luís.

A filha dela, Maria Telma Rodrigues, conta que havia acabado de visitar a mãe no hospital e algumas horas depois recebeu um telefonema que falava sobre o acidente. “Em casa eu recebi a notícia de que ela havia levado uma queda. Até então eu achava que não era grave, mas depois que eu cheguei lá e achei minha mãe respirando através de aparelho foi que eu percebi que era tão grave quanto eu imaginava”, explicou.

Depois do ocorrido, a família reuniu documentos e fez um boletim de ocorrência na Delegacia do Idoso. Através da denúncia, conseguiram um vídeo gravado pelas câmeras de segurança que mostra como tudo aconteceu.

Na gravação a idosa é vista caminhando no corredor após ser atendida por um médico e em questão de segundos, ao se levantar para ir ao banheiro, ela foi atingida por um maqueiro que estava levando outro paciente. Com o impacto, Benedita caiu no chão, bateu a cabeça, teve traumatismo craniano e sangramento no cérebro que acabou resultando na morte.

A dona de casa e também filha de Benedita, Maria Tereza, afirma ter visto como tudo ocorreu. “O maqueiro estava trazendo uma maca baixa, ele deixou a maca para pegá-la pela frente. Quando ele foi passar pela minha frente, eu pedi para ele parar duas vezes, ele não obedeceu e seguiu em frente. Foi aí que ele bateu com o ombro dele no ombro da minha mãe e ela caiu”, relembrou.

A Promotoria do Idoso iniciou a solicitação da abertura de processos na Justiça. O maqueiro deve responder por homicídio culposo, quando não há a intenção de matar. Depois, o hospital deve pagar uma indenização a família da idosa pelo ocorrido.

Em uma das ações judiciais movidas pela Promotoria do Idoso, o município de São Luís vai ter que explicar o motivo de ter idosos internados nos corredores do Socorrão I e encontrar uma solução para o problema.



Comentário

PUBLICIDADE


Mais lidas








PUBLICIDADE

Enquete

Você acredita que, em 2019 a economia do País vai melhorar?

2016 © Todos os Direitos Reservados