Curiosidade

Poker nordestino mostra crescimento e conta com grandes competidores

Poker nordestino mostra crescimento e conta com grandes competidores

A região conta com competidores de altíssimo nível que disputam os principais eventos do poker do Brasil e da América Latina, tanto na modalidade ao vivo quanto na online.


07/11/18 15:48 - Atualizado em 07/11/18 15:53

Imagem: Poker News

Graças ao esforço coletivo de pessoas que amam o poker, no Nordeste esse esporte ganhou bastante força. Nos últimos anos, por exemplo, a região foi palco de etapas do BSOP — Campeonato Brasileiro de Poker — e entrou na rota do principal circuito brasileiro.

O Nordeste não ganhou reconhecimento da organização do BSOP apenas por ser uma região muito turística e de belezas naturais únicas. A região conta com competidores de altíssimo nível que disputam os principais eventos do poker do Brasil e da América Latina, tanto na modalidade ao vivo quanto na online.

Abaixo, estão alguns dos nordestinos que enchem a região de orgulho nesse esporte e ajudam a aumentar a reputação do Nordeste no poker.

José Luiz da Costa

José Luiz da Costa é um dos principais responsáveis por ter colocado Maranhão em evidência no cenário do poker brasileiro. Em 2013, ele conquistou o Main Event do BSOP São Paulo — uma conquista histórica para o maranhense.

José Luíz da Costa (Imagem: Poker News)

No ano seguinte, José Luiz também mostrou que é muito competente na modalidade online ao ficar em quarto no Sunday Million. Organizado pelo PokerStars, o Sunday Million é considerado por muitos como um dos maiores eventos desse esporte.


Oderlândio Moura

Um dos maiores competidores do Nordeste e muito respeitado pelo Brasil afora, Oderlândio Moura é experiente e tem uma carreira de sucesso. Em 2016, o cearense entrou para a história do poker brasileiro ao vencer o Main Event da WSOP (Série Mundial de Poker) Brazil.

Oderlândio (Imagem: Poker News)

Em maio, a capital do Rio Grande Norte foi a responsável por receber uma etapa do BSOP. O evento reuniu grandes nomes do poker brasileiro — inclusive Oderlândio.

O cearense representou o Nordeste muito bem no BSOP Natal e até chegou a liderar a mesa final do Main Event. No entanto, o sul-mato-grossense Saulo Sabioni, atual líder do ranking geral do BSOP, ficou com o título. Oderlândio foi muito bem ao conquistar o terceiro lugar, um grande resultado para o poker nordestino.

Rogério Siqueira

Grande competidor alagoano, Rogério Siqueira é atual 23º colocado no ranking geral do BSOP e tem importantes conquistas nacionais e internacionais. Em março, Rogério participou do evento Top do Brasil, que reuniu os 32 melhores competidores do país em uma única competição.

Rogério Siqueira (Imagem: Poker News)

A nível internacional, uma das principais conquistas do alagoano aconteceu no ano passado. Ele foi campeão do Omaha (popular modalidade do poker) da WSOP Argentina e conquistou o anel do circuito.

Segundo Rogério, o poker é um esporte que envolve estratégia e psicologia, características importantes para colocar em prática no dia a dia: “Essas características do poker servem também para aplicarmos na vida, porque nos ajudam a entender melhor as relações interpessoais e tomarmos as melhores decisões.”

Ariel “Bahia” Celestino

Quem acompanha o poker nordestino de perto há algum tempo conhece o potencial de Ariel “Bahia” Celestino. Em fevereiro, o baiano venceu o Evento #21 (US$ 215 NLH) Turbo Series. Além da Turbo Series, ele tem conquistas em vários eventos online de muito prestígio.

Ariel 'Bahia' (Imagem: Poker News)

Como ele já tinha títulos do SCOOP (PokerStars Spring Championship of Online Poker) e do FTOPS (Full Tilt Online Poker Series), ao conquistar a Turbo Series o baiano completou a tríplice coroa, que envolve alguns dos torneios online mais impactantes a nível mundial.

“Nunca almejei ganhar a tríplice coroa, porque nunca competi em muitos sites. Competia no Full Tilt e PokerStars. É legal para carreira de todo jogador ter uma tríplice coroa. Foi um sonho, estava precisando dar esse hit na carreira online para dar uma guinada”, disse Ariel.

“Hoje estou bem mais focado no online, apesar de gostar muito mais do live, mas ao vivo é muito custo, viagem, precisa de muito tempo, a variância é maior. Então, atualmente foco mais no online, mas sempre dando umas olhadinhas no live para fazer uma viagem”, completou.

Perspectiva do poker nordestino para 2019

No ano que vem, a região terá mais uma temporada da NPS (Nordeste Poker Series), evento que está ganhando cada vez mais espaço entre os adeptos do poker no Nordeste.

Além do mais, é muito provável que a região nordestina entre mais uma vez na rota do BSOP, já que as últimas etapas que foram realizadas no Nordeste foram um tremendo sucesso.



Comentário

PUBLICIDADE


Mais lidas








PUBLICIDADE

Enquete

Você acredita que, em 2019 a economia do País vai melhorar?

2016 © Todos os Direitos Reservados