Mundo

Russo é achado vivo e "mumificado" após um mês mantido "refém" de urso

Russo é achado vivo e "mumificado" após um mês mantido "refém" de urso

"O urso me poupou para ter o que comer depois", comentou o russo. Ursos pardos são conhecidos por guardarem suas presas como estoque alimentício.


28/06/19 17:04 - Atualizado em 28/06/19 17:06

Um homem foi descrito como "múmia viva" após ter sido supostamente encontrado em uma toca de urso após um mês desaparecido em uma região remota da Rússia.

Identificado apenas como Alexander, o russo foi encontrado por cães de um caçador que passava pelo local, de acordo com relato. Inicialmente, havia circulado uma versão de que ele havia sido enterrado vivo e escapado do túmulo.

A versão aponta que Alexander teve fratura na espinha após lutar com um urso. Ele contou ter sido mantido vivo na toca por "decisão" do próprio urso pardo.

"O urso me poupou para ter o que comer depois", comentou o russo, esquálido, de acordo com reportagem do "Siberian Times".

Segundo a história contada pelo diário russo, Alexander só se lembra do nome. Sequer se recorda de quantos anos tem. Ele relatou ter bebido a própria urina para sobreviver.

Ursos pardos são conhecidos por guardarem suas presas como estoque alimentício.



Comentário

PUBLICIDADE


Mais lidas








PUBLICIDADE

Enquete

Você é a favor ou contra a reforma da previdência?

2016 © Todos os Direitos Reservados