Brasil

Total de mortos sobe para 58 em MG: 305 desaparecidos

Total de mortos sobe para 58 em MG: 305 desaparecidos

Barragem da mineradora Vale se rompeu na sexta-feira (25) em Minas Gerais e derramou um mar de lama deixando mortos e desaparecidos.


28/01/19 04:49 - Atualizado em 28/01/19 15:55

O número de vítimas fatais após o rompimento da barragem Mina do Feijão, em Brumadinho, na região metropolitana de Belo Horizonte, subiu para 58, segundo informou o Governo de Minas na noite deste domingo (27/01). As informações são do Notícias ao Minuto.

Há ainda 305 pessoas ainda desaparecidas, enquanto 192 foram resgatadas com vida até o sábado (26/01). Há vítimas hospitalizadas e desabrigadas.

A Polícia Civil de Minas informou que 17 mortos já foram identificados; veja a lista com os nomes das vítimas.

O presidente da Vale, Fabio Schvarstman, disse estar "consternado" com o rompimento da barragem da mineradora e afirmou que não conhece as causas da tragédia nem sua dimensão exata.

Um gabinete de crise da tragédia em Brumadinho foi estruturado na Faculdade Asa, que fica a pouco mais de seis quilômetros do local do acidente.

Em entrevista a uma rádio de Brumadinho, o presidente Jair Bolsonaro afirmou que o rompimento da barragem da cidade poderia ser evitado.

RESUMO

  • Uma barragem da mineradora Vale se rompeu na sexta-feira em Brumadinho (MG), e um mar de lama destruiu casas da região.

  • Rejeitos atingiram a área administrativa da companhia e parte da comunidade da Vila Ferteco.

  • Até o momento, há confirmação de 58 mortos; 19 foram identificados; 305 estão desaparecidos e 192 pessoas foram resgatadas vivas.

  • Às 5h30 deste domingo, uma sirene tocou para evacuação de casas, mas a barreira 6 não tem mais risco de romper.

  • Governo federal montou gabinete de crise; Bolsonaro sobrevoou a área no sábado de manhã.



Comentário

PUBLICIDADE


Mais lidas








PUBLICIDADE

Enquete

Você é a favor ou contra a reforma da previdência?

2016 © Todos os Direitos Reservados