Coroatá

UPA de Coroatá realiza palestras sobre o “Setembro Amarelo”

UPA de Coroatá realiza palestras sobre o “Setembro Amarelo”

As atividades contam com palestras de psicólogas, enfermeira e também acadêmicos da UEMA, além de músicas que são cantadas pelos profissionais da unidade de saúde.


15/09/20 17:55 - Atualizado em 17/09/20 02:51

Está sendo desenvolvido na Unidade de Pronto Atendimento (UPA), em Coroatá, um projeto referente ao “Setembro Amarelo”, que é uma campanha brasileira de prevenção ao suicídio.

As atividades, que são voltadas para os profissionais e usuários dos serviços da UPA de Coroatá, contam com palestras de psicólogas, enfermeira e também acadêmicos da UEMA, além de músicas que são cantadas pelos profissionais da unidade de saúde.

O projeto é desenvolvido pela diretora da UPA, Enf. Tatiana Vasconcelos e o coordenador Enf. Roneyvaldo Reis, com colaboração dos profissionais da unidade.

Palestrantes:

  • Enfermeira Luana
  • Psicóloga Tavilla Rezende
  • Psicóloga Shirley
  • Acadêmicos da UEMA

Setembro Amarelo: a importância de falar sobre prevenção de suicídio

O Setembro Amarelo é uma campanha criada com o intuito de informar as pessoas sobre o suicídio, uma prática normalmente motivada pela depressão. Mesmo com tantos casos notórios, crescentes a cada ano, ainda existe uma expressiva barreira para falar sobre o problema.

Segundo dados recolhidos em 2012 pela Organização Mundial de Saúde (OMS), mais de 800 mil pessoas tiram a própria vida todos os anos, sendo 75% destes indivíduos moradores de países de baixa e média renda. Estima-se que no mundo acontece um suicídio a cada 40 segundos.

Atualmente, o suicídio é a segunda principal causa de morte entre jovens com idades entre 15 e 29 anos. Todos os dias, pelo menos 32 brasileiros tiram suas próprias vidas. Todos esses números poderiam ser evitados ou reduzidos consideravelmente se existissem políticas eficazes de prevenção do suicídio.





Comentário

PUBLICIDADE


Mais lidas








PUBLICIDADE

Enquete

Você é a favor ou contra o isolamento social para combater o novo coronavírus?

2016 © Todos os Direitos Reservados