Coroatá

UPAs do MA podem ter atendimento reduzido por protesto de médicos

UPAs do MA podem ter atendimento reduzido por protesto de médicos

Os profissionais reivindicam pagamento de salários atrasados. Em Coroatá os médicos da UPA falam em paralisar procedimentos eletivos e consultas.


24/11/18 00:18 - Atualizado em 29/11/18 16:02

A situação das unidades de saúde do estado podem entrar em colapso como forma de pressão dos médicos que lutam para receber seus salários atrasados, diminuindo os atendimentos. O governo até estipulou um prazo para pagar a dívida durante reunião com o Conselho Regional de Medicina do Maranhão e o Sindicato dos Médicos do Estado, mas a promessa não foi cumprida.

Em Coroatá os médicos ameaçam paralisar procedimentos eletivos e consultas, como informou um profissional em contato com o portal Coroatá Online.

Registro do acordo feito com o governo do Estado, acordo esse que não foi cumprido

Entramos em contato com o diretor da UPA de Coroatá, Francimar Sousa, que esclareceu que os atendimentos de urgência seguem normalmente, porém disse desconhecer qualquer possível protesto da classe médica da unidade.

“Os atendimentos de urgência da UPA não param, continuam sendo efetuados normalmente! Quanto a possível diminuição de atendimentos dos médicos eu não estou sabendo de nada oficial sobre isso”, disse Francimar.



Comentário

PUBLICIDADE


Mais lidas








PUBLICIDADE

Enquete

Você acredita que, em 2019 a economia do País vai melhorar?

2016 © Todos os Direitos Reservados