Terça, 07 de Dezembro de 2021
(99) 98535-1531
Educação Confira!

O que muda no chamado Novo Ensino Médio a partir de 2022?

Uma lei foi aprovada prevendo algumas mudanças no ensino médio dos colégios de todo o país, sejam eles particulares ou públicos.

18/10/2021 13h08 Atualizada há 2 meses
Por: Redação
Imagem: Canva
Imagem: Canva

Há alguns anos atrás, mais especificamente no ano de 2017, uma lei foi aprovada prevendo algumas mudanças no ensino médio dos colégios de todo o país, sejam eles particulares ou públicos.

Todas as mudanças foram realizadas na grade curricular do ensino médio e também na estrutura das disciplinas e áreas do conhecimento que serão oferecidas do primeiro ao terceiro colegial, a partir do ano que vem.

É essencial ressaltar que estas mudanças são essenciais para criar uma grade curricular que capacite ainda mais o estudante para ter um bom desempenho como universitário, e também para fazer um bom pré-projeto de TCC, visando iniciar sua trajetória profissional.

Mas o que exatamente foi alterado? Quais foram as mudanças sugeridas e estabelecidas em 2017 que tomarão vigor no ano seguinte?

Hoje iremos juntos avaliar um pouco destas alterações e também entender o que significam estas alterações para os alunos e também para os professores.

Quais as mudanças estruturais no ensino médio?

De acordo com reportagem publicada na plataforma da Globo, a G1, a principal mudança que ocorrerá no ensino médio, a partir do ano de 2022, é a existência de Itinerários Formativos, que nada mais serão do que diferentes áreas do conhecimento a serem oferecidas.

Ainda, o tempo de estudos diário aumentará no ensino médio, de quatro horas para cinco horas de aulas diárias. 

Todas estas mudanças já começam a entrar em vigor no ano de 2022, ou seja, além das mudanças que já vemos no cenário da educação, em decorrência do ensino remoto, no ano seguinte mais mudanças estruturais ocorrerão para o retorno das aulas presenciais.

Mas além da existência dos Itinerários Formativos e do tempo de aulas diárias, quais foram as mudanças nos campos de conhecimento, nas aulas e na grade curricular?

Matérias irão virar campos do conhecimento

Imagem: Canva

Ainda conforme publicado pela plataforma G1, a grade curricular utilizada até o momento tanto nas escolas públicas quanto nas particulares será extinguida e substituída.

Agora, as matérias serão divididas em campos do conhecimento, de maneira similar a que acontece no Exame Nacional do Ensino Médio, o ENEM.

Os campos do conhecimento que serão abordados no ensino médio a partir de 2022 serão:

  • Linguagens e suas tecnologias
  • Matemática e suas tecnologias
  • Ciências da natureza e suas tecnologias
  • Ciências humanas e sociais aplicadas

De acordo com os idealizadores do novo modelo, essa nova nomenclatura e novos grupos de matérias não irão excluir absolutamente nenhuma disciplina abordada no modelo usado até o dia de hoje.

Ou seja, ainda estarão presentes no cronograma de disciplinas do ensino médio:

  • Artes
  • Língua portuguesa
  • Gramática
  • Redação
  • Biologia
  • Física
  • Química
  • Sociologia
  • História
  • Geografia

E diversas outras matérias que também estão contidas nesses campos do conhecimento, como a geopolítica, a química orgânica e a biologia celular, por exemplo.

O que são os Itinerários Formativos?

Imagem: Canva

Segundo especialistas, a maior novidade que será vista no novo modelo do ensino médio a partir do ano que vem são os chamados Itinerários Formativos.

São o equivalente a disciplinas extras que podem ser escolhidas pelo aluno de acordo com seu desejo de se aprofundar em um campo específico do conhecimento.

Logo, além das disciplinas e matérias obrigatórias que os alunos enfrentarão todos os anos do ensino médio, ainda existirá a possibilidade de se aprofundar em um campo de interesse.

Assim como o campo de disciplinas obrigatórias, os Itinerários Formativos serão compostos por: 

  • Linguagens e suas tecnologias
  • Matemática e suas tecnologias
  • Ciências da natureza e suas tecnologias
  • Ciências humanas e sociais aplicadas
  • Formação técnica e profissional

De maneira simplificada, além das disciplinas obrigatórias, o aluno poderá escolher por alguma disciplina que está dentro desses campos para fazer como disciplina extra, de acordo com seu interesse pessoal.

O objetivo destas alterações é o de complementar o ensino e o aprendizado de jovens em seu período pré-vestibular. 

Além disso, também é importante a liberdade que o aluno possui para optar por algum itinerário que lhe interesse e seja útil de acordo com sua trajetória profissional.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.